Portugal | Costa de Prata | Aveiro | Espinho |
English | Español | Français | Texto | Fotos | Vídeos | Restaurantes

Espinho



(c) Filipe Moreira / Semantix

Escolha um concelho
Águeda
Albergaria-a-Velha
Anadia
Arouca
Aveiro
Castelo de Paiva
Espinho
Estarreja
Ílhavo
Mealhada
Murtosa
Oliveira de Azeméis
Oliveira do Bairro
Ovar
Santa Maria da Feira
São João da Madeira
Sever do Vouga
Vagos
Vale de Cambra
| Hotéis (3) | Pensões e Residenciais (1) | Apartotéis (1) | Pousadas de Juventude (1) | Parques de Campismo (1) |



A cidade de Espinho nasceu graças a um grupo de pescadores do Furadouro, junto de Ovar, que começou a procurar as suas águas porque a sardinha era mais abundante e acabou por se estabelecer aqui no início do século XIX.

A fartura de peixe na zona costeira contribuiu para fixar a população, mas foi só no século XX que Espinho começou a conhecer um verdadeiro desenvolvimento e expansão, graças às óptimas praias que começaram a ser procuradas por banhistas, sobretudo depois da chegada do caminho-de-ferro, em 1870, que vinham passar alguns dias de férias para «curas de mar». Dessa época, ainda se vêem várias casas típicas dos «banhos de Verão», de fachadas alegres e coloridas e compridas varandas.

Hoje, a cidade tornou-se uma popular estância turística, procurada por milhares de visitantes, vindos principalmente do Porto e arredores, atraídos não só pelo mar e pelas praias como pelo seu casino, um dos principais locais de jogo do país. Espinho também dispõe agora de boas condições para a prática de golfe.

Vale a pena visitar a bonita Igreja Matriz e percorrer calmamente o passeio marítimo, com as casas baixas dos pescadores de um lado e a praia e esplanadas do outro. Ao fundo, vê-se a capela de Nossa Senhora da Ajuda, padroeira dos pescadores, e a lota.

Às segundas-feiras, a cidade ainda mantém a tradicional Feira de Espinho, com centenas de barracas e locais de venda improvisados que oferecem um pouco de tudo, desde artesanato a produtos agrícolas trazidos pelos lavradores.

A Sul da cidade, a pequena aldeia de Paramos mantém o encanto de uma antiga comunidade piscatória.

Ali perto, foi descoberto há mais de duas décadas um antigo povoado que se estima datar do século II a.C., o Castro d'Ovil, que está aberto aos visitantes.

Em termos gastronómicos, Espinho honra a sua reputação de ligação ao mar e possui inúmeros restaurantes que servem óptimas caldeiradas de peixe e marisco.

| Hotéis (3) | Pensões e Residenciais (1) | Apartotéis (1) | Pousadas de Juventude (1) | Parques de Campismo (1) |

Mapas de cidades
Espinho

Mapa: Espinho
Google

© 1997-2018 Guia de Viagens Portugal Travel & Hotels Guide | Termos legais | Contacto